• Inside Arquitetura&Design

DICAS PARA ESCOLHER UMA CABECEIRA

Atualizado: 20 de Out de 2020


Muitas vezes considerada a peça chave do dormitório, uma cabeceira possui infinitas possibilidades de acabamentos e estilos. Além das suas principais funções como proteção e impedir o contato da pessoa com a superfície, ela traz aconchego, conforto e até mesmo requinte para o ambiente.


Para te ajudar na escolha do modelo que combine com sua personalidade e espaço, selecionamos algumas preciosas dicas:



1. Estofadas


Esse estilo possui flexibilidade na variação de tamanhos e modelos. É sempre importante levar em conta o tamanho do ambiente para essa escolha. As cabeceiras estofadas podem ter diversos acabamentos desde o matelassê, capitonê, botonê etc.


Para os amantes de um ambiente mais clean, a dica é apostar em cores neutras e tecidos que tragam aconchego ao local, como o linho ou o suede. Já para os amantes de cor, a sugestão é optar por uma composição mais leve que traga um toque diferente. As tonalidades pasteis ou escuras são sempre boas opções.


Além das diversas opções de tons e tecidos, ela pode ter diferentes formatos, como o geométrico.

Fonte: Acervo e Pinterest



2. Painéis de Marcenaria


Os painéis de marcenaria são para os fãs do estilo escandinavo e minimalista. Os tons podem variar do amadeirado a cores mais neutras. Uma ótima alternativa para quem escolhe dessa opção é contemplar juntamente com a marcenaria da cabeceira, apoios laterais para a cama no mesmo material escolhido.

Fonte: Pinterest


3. Versáteis


Para espaços menores, a cabeceira pode ser utilizada como um elemento pensado para ser versátil. Dessa forma, caso não exista espaços laterais para apoio, uma possibilidade é aumentar a profundidade da cabeceira e utilizar o espaço como mesa de cabeceira.


Isso vale também para apoio de itens decorativos como quadros e caixinhas. Outra ideia é incluir nichos laterais embutidos na cabeceira.

Fonte: Acervo INSIDE


4. Revestimento


Outra forma de sair do convencional é compor a cabeceira com revestimentos. Essa maneira conta com inúmeras opções existentes no mercado. Vale sempre lembrar que uma composição com tons mais claros, tornam o ambiente atemporal.


Os revestimentos 3Ds são uma ótima opção para quem optar por este estilo, pois reforçam a originalidade do projeto.

Fonte: Acervo INSIDE



5. Pintura


A pintura é uma grande aliada de quem não quer executar grandes mudanças no ambiente. Com preço acessível, elas têm o poder de modificar todo o ambiente. Uma vez que sua manutenção é fácil, podemos optar por cores mais marcantes.


Diversas são as maneiras que as paredes da cabeceira podem ser pintadas, mas uma que está em ascensão é o estilo meia parede, formas geométricas ou circunferências.

Fonte: Pinterest




6. DIY


Já pensou em fazer sua própria cabeceira? Uma ideia legal é pegar uma tira na dimensão que você quer que sua cabeceira tenha e amarrar tiras de tecido de sua preferência. Simples e bonito.

Fonte: Pinterst


Outra ideia legal, para quem tem mais jeito com artesanato, é criar uma cabeceira em maxi crochê, que está tão em alta!



Fonte: Pinterst




Gostou das dicas? Fique pode dentro de todas as novidades no nosso blog.



Autor: Raquel Coronato - Inside Arquitetura & Design


131 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo